Como o pico de foco ajuda nos seus ensaios.

Esteja você usando uma câmera DSLR ou mirrorless, saiba como esse modo de foco ajuda a refinar imagens para garantir a qualidade das suas fotos.

Foto de uma igreja ao lado da imagem de uma igreja com o pico de foco ativado

O que é pico de foco?

Se a falta de foco automático desestimulou você a testar uma lente clássica em uma câmera nova, o pico de foco (também chamado de destaque de pico) é a solução. O pico de foco é um modo em tempo real que usa a assistência de foco Visualização dinâmica da câmera para destacar áreas de contraste de pico com uma sobreposição de falsa cor no seu visor. Isso ajuda você a determinar qual parte da imagem está em foco antes de tirar a foto.

 

Função inicialmente usada por videógrafos, o pico de foco aproveitou avanços tecnológicos para ir além das câmeras de vídeo e agora está amplamente disponível na maioria das câmeras digitais. Todas as câmeras mirrorless mais novas vêm com essa função. Se você tem uma câmera DSLR, essa função pode ser chamada de Assistência de foco para visualização dinâmica.

 

Como o efeito só pode ser ativado quando a luz chega ao sensor, você também pode usar lentes manuais mais antigas para o pico de foco. “Mesmo que você use uma câmera diferente que não tenha essa função, não é tão difícil”, diz a fotógrafa Patricia Davidson.

Foto de uma cabra com o pico de foco ativado

Como o pico de foco funciona.

O pico de foco considera que as áreas mais nítidas de uma imagem têm alto contraste, que aparece na Visualização dinâmica como um destaque branco ou colorido nas bordas e texturas dos objetos. Um algoritmo analisa a imagem em tempo real, e quando um item entra em foco, as bordas nítidas criam uma exposição intensa naquela parte específica da imagem.

 

Em seguida, uma camada de falsa cor é aplicada naquela área. Na maioria das câmeras, você pode definir a cor da sobreposição e alterar a sensibilidade de detecção como preferir.

Paisagem montanhosa entre as nuvens

Por que o pico de foco é útil?

Com o pico de foco, o fotógrafo pode usar foco em lentes manuais com mais velocidade que o típico método Visualização dinâmica. Ele é ideal quando é desafiador avaliar rapidamente quais áreas estão em foco. Isso pode ser útil para ensaios com pouca luz ou quando é difícil determinar um bom foco a olho nu.

 

Se você não quiser usar o foco automático para capturar objetos lentos, como nuvens se movendo pelo céu, o pico de foco é a técnica ideal. Use-o para encontrar a profundidade de campo adequada nas suas fotos, mas preste atenção aos ajustes, incluindo seu ISO.

 

“Geralmente, você pode defini-lo alto ou baixo demais”, diz o fotógrafo Jason Weingart. “Se você está tirando fotos com uma profundidade de campo menor, como um f-stop de 1.4, defina uma sensibilidade mais alta de pico de foco. Nem tudo vai ter tanta nitidez, então a qualidade vai ficar um pouco melhor. Se a profundidade é muito ampla, defina valores menores, porque mais elementos vão ficar nítidos”.

 

Prefira manual a automático.
Com o pico de foco, você aproveita diversas lentes manuais, tornando o foco manual ainda mais descomplicado. “Use mais essa função com o foco manual do que com o automático, porque, com os controles manuais, você verá diferentes áreas destacadas quando girar o anel de foco. É melhor usar o foco manual do que o automático, mas você pode usar os dois”, diz Weingart.

Fotógrafo montando uma câmera em um morro gramado
Foto de construções de pedra cobertas por musgo em uma área rural gramada

Aprenda sobre foco.

Antes de usar sua câmera digital, aprenda os quatro principais elementos do pico de foco para deixar suas fotos incríveis.

 

1. Cor do pico:

No menu de configurações da câmera, personalize o pico para corresponder ao cenário que você quer capturar. Por exemplo, modificar a cor dos destaques do pico para criar um contraste com sua imagem, tornando-a mais visível.

 

2. Nível do pico: 

Além das cores, altere os níveis do pico no seu próximo retrato. Geralmente, existem de duas a quatro opções disponíveis; níveis mais altos produzem mais destaques, e níveis mais baixos são mais criteriosos.

 

3. Imagem dividida:

Assim como câmeras rangefinder e telas antigas de foco dividido, uma imagem dividida é uma assistência de foco da Visualização dinâmica. Com uma imagem dividida, você gira o anel de foco em uma imagem até as partes separadas se alinharem.

 

4. Ampliação:

A única maneira de saber se a sua foto está nítida é ampliando os detalhes dela no modo Visualização dinâmica pelo visor ótico. Use o pico de foco ou a imagem dividida e faça o melhor possível. Em seguida, amplie a imagem para refinar a posição de foco.

Construções de pedra em uma área rural gramada em um visor com pico de foco ativado

Nem sempre picos são a solução.

Em alguns casos, o pico de foco não é recomendado. Se a profundidade de campo das lentes da câmera é muito pequena (1.2 em uma câmera full frame), é melhor não usar essa função. Quando você quiser capturar um cenário muito pequeno, talvez até os melhores algoritmos não consigam exibir as áreas mais nítidas de maneira precisa.

 

Concentre-se nos elementos certos.
“O pico de foco é uma ótima ferramenta da câmera para conseguir imagens extremamente nítidas”, diz Davidson. “Durante o pós-processamento, quando edito minhas imagens no Adobe Photoshop Lightroom ou no Photoshop, não preciso me preocupar em corrigir a nitidez”.

 

Nos aplicativos da Adobe, você poderá criar camadas no Adobe Photoshop para ajustar a nitidez de uma imagem se não conseguir o resultado desejado em campo. Exporte e edite essas imagens no Lightroom e transfira-as com facilidade para o Photoshop conforme você trabalha. O pico de foco elimina uma etapa do processo, mas a Adobe sempre permite que você ajuste mais elementos na pós-produção, se necessário.

Colaboradores

Faça mais com o Adobe Photoshop Lightroom.

Edite fotos com facilidade com as predefinições do Lightroom e a Super-resoluçãocompartilhe fotos de qualquer dispositivo e acesse projetos em qualquer lugar com o gerenciamento do armazenamento de fotos na nuvem.

Você também pode gostar...

Bailarinas se apresentando no palco — Velocidade do obturador na fotografia | Adobe

Entenda a velocidade do obturador.

Descubra como ajustar a velocidade do obturador pode ajudar a capturar fotos nítidas ou momentos de ação.

Astrofotografia, a arte de fotografar o céu noturno e muito mais.

Astrofotografia.

Conheça os detalhes de como capturar imagens impressionantes do céu noturno.

Foto de um par de saltos vermelhos exibidos em um programa de edição de fotos

Dicas de fotografia de produtos avançadas.

Saiba como preparar seus produtos e confira dicas para capturar fotos de produto impressionantes.

Imagem de dar água na boca de um sanduíche aberto de abacate e cream cheese

Dicas de fotografia gastronômica.

Delicie-se no mundo da fotografia culinária com dicas de profissionais do setor.

Lightroom

Plano do Lightroom

Edite, organize, armazene e compartilhe fotos em qualquer lugar.
Após 7 dias grátis, 12,29 €/mês. 

Lightroom
Photoshop

Fotografia

Inclui o Lightroom, o Lightroom Classic, o Photoshop e 20 GB de armazenamento na nuvem. Após 7 dias grátis, 9,83 €/mês.

Lightroom

Todos os Apps

Tenha o conjunto completo de aplicativos de criação e muito mais.
Após 7 dias grátis, 36,89 €/mês.