Noções básicas sobre composição fotográfica.

Chame a atenção dos espectadores com técnicas de composição comprovadas que mostram onde o sujeito principal da sua foto deve ficar.

Uvas, uma laranja cortada e um copo de água em cima de uma mesa.

O que é composição fotográfica?

A composição fotográfica é como um fotógrafo organiza os elementos visuais no enquadramento. “É uma organização agradável dos objetos dentro do seu retângulo”, diz o fotógrafo Adam Long. Inserir sujeitos ou cenários nesse espaço pode parecer fácil, mas não é. A composição das suas fotos geralmente é difícil e é sempre importante. “Tudo pode parecer perfeito: a luz, o local, as roupas, o estilo, seja o que for”, diz a fotógrafa Grace Rivera. “Mas se a sua composição estiver desorganizada, o resultado é negativo”. 

 

Regras da composição. 

Compor uma boa foto vai além de colocar seu principal sujeito em foco. Confira abaixo algumas das técnicas de composição mais comuns para fotógrafos que querem tirar uma foto incrível.

Pessoa em cima de tecido azul balançando no vento
Foto aérea equilibrada do oceano e da praia
  • Use a regra dos terços.

A regra dos terços é uma maneira de dividir quadros para ter a composição ideal. Esse processo envolve dividir o quadro em duas linhas de grade horizontais e verticais com o mesmo espaço, criando uma grade de três por três. Para criar equilíbrio e fluidez na imagem, elementos de composição devem ser colocados onde essas linhas da grade se encontram ou segmentam sua imagem. Assim, você tira fotos mais interessantes do que aquelas que têm apenas o sujeito centralizado. “Analise a imagem e encontre elementos que cabem no trio”, diz Long. Uma foto com um elemento interessante em apenas uma seção provavelmente não terá o mesmo impacto de uma foto interessante em todas as partes.

 

  • Equilibre as imagens.

Equilíbrio e simetria são relacionados, mas não são a mesma coisa. Uma imagem equilibrada não necessariamente é igual da direita para a esquerda ou lado a lado. Os diversos quadrantes da imagem se complementam de maneiras agradáveis, esteticamente falando. O usuário provavelmente vai procurar um ponto de interesse na imagem e algo que combine com esse ponto. Um sujeito óbvio pode estar equilibrado no outro lado da imagem por espaço negativo. “Se você tiver uma foto bastante complexa, com muitos detalhes, podemos acabar desenhando paralelos”, diz Long. “Isso pode ser revigorante, confuso e inquietante, mas no bom sentido”.

Pessoa sentada em um ambiente cheio de tapetes e estofamento vermelho
Duas tulipas apontadas uma para a outra

Cores chamativas ou vívidas costumam chamar atenção e causam impacto ou inquietação. “A saturação de determinados tons destaca a imagem”, diz Long. “Se você quer algo com mais destaque visual, considere aumentar a saturação ou a luminosidade”.

Fotos sem equilíbrio podem parecer desnorteantes ou amadoras. “Quando uma fotografia não tem equilíbrio, ela não fica boa”, diz Long. “Na maioria das vezes, gostamos de imagens fluidas”. Os elementos à esquerda correspondem aos elementos à direita, às vezes ao redor de algo no centro. Assim como entender de estética ou ter intuição sobre as imagens, reconhecer o equilíbrio exige prática. “Equilíbrio não se ensina”, diz Long. “Você só sabe olhando os elementos”. Quanto mais você trabalha, mais se familiariza com a harmonia dos elementos em uma imagem.

 

  • Trabalhe com linhas principais, foco e profundidade de campo.

A fotografia transforma três dimensões em duas. Para preservar a sensação de espaço e dimensão, o fotógrafo precisa saber o que está na foto e como o elemento está sendo focado.

 

Linhas principais são elementos visuais que chamam a atenção do espectador para um sujeito ou um ponto focal. Pode ser qualquer elemento: estradas que se estendem até bem longe, um braço alongado em direção a algo, galhos de árvore em frente à Lua, tudo que chame a atenção para outro item na imagem. Essas linhas dão a ideia de profundidade, dimensão e forma em superfícies planas.

 

Foco e profundidade de campo também complementam a ilusão de uma terceira dimensão na foto. Uma menor profundidade de campo pode dar ao espectador a impressão de que o foco está em um elemento à frente dele e transmite a ideia de profundidade e escala, até mesmo em uma foto plana.

Nadadora boiando na piscina
  • Encontre a perspectiva certa.

Se você quer brincar com a composição, movimente-se. Mudar a perspectiva pode ser a diferença entre uma foto incrível e uma comum. “Tudo o que estamos fazendo é excluir ou incluir elementos”, diz Long.

 

Brinque com o espaçamento e a distância do sujeito. “Eu me movimento bastante”, diz Rivera. “Eu me abaixo ou subo em alguma estrutura alta. Eu analiso como seria ficar abaixo do meu sujeito ou como seria se ele se movesse lateralmente”. Aproxime-se, fique longe e movimente-se para descobrir como quer enquadrar o sujeito.

 

Por último, quando você estiver compondo sua foto, considere como a imagem vai ser usada. “Talvez um texto seja exibido sobre a imagem ou se trate de uma capa de revista”, diz Rivera. Use esses elementos extras ao alinhar a foto e tente conceitualizá-los pelo visor da câmera.

Mão segurando uma flor
  • Melhore a composição com o corte pós-produção.

Se a composição da foto estiver um pouco desajustada, geralmente é possível melhorá-la durante a pós-produção com um corte rápido. Às vezes, a foto não enquadra o sujeito da maneira ideal. Porém, apenas movimentando a borda do enquadramento, você geralmente consegue uma imagem muito melhor.

 

Ao analisar imagens antigas, tente considerar ângulos ou perspectivas diferentes. “Brinque com a rotação da imagem”, diz Rivera. “Quando você faz um corte, é possível girar a imagem, invertê-la, colocá-la de cabeça para baixo, entre outras coisas”.

 

Acertar a composição.

Você precisa fazer mais do que apenas seguir as regras de composição para tirar fotos incríveis. É possível seguir a regra dos terços sem intenção ou usá-la sem uma finalidade. Entenda que os elementos da composição não são como algoritmos ou fórmulas: eles ajudam nas decisões do fotógrafo, mas não as substituem. “Linhas principais são ótimas, mas espera-se que elas levem ao seu sujeito, não a lugar nenhum”, diz Long.

 

As regras de composição de fotografia são a base. Depois que você internalizar as noções básicas de como tirar uma foto incrível, é possível quebrar as regras. “Assim que você dominar o básico, é possível fazer testes”, diz Rivera. “Não há regras definidas sobre como tirar fotos. Essa é a beleza de ser um artista. Você pode criar suas próprias regras e imagens”.

 

Bons fotógrafos têm o dom para posicionar sujeitos e usar cenários. A composição ajuda outras pessoas a ver o que os fotógrafos veem. Eles separam elementos de um mundo grande, e com seus equipamentos e sua experiência, organizam tudo de forma agradável em um retângulo. Isso serve para qualquer tipo de fotografia, sejam elas retratos em escala humana, paisagens em grande escala ou macrofotografia de mundos pequenos.

Colaboradores

Você também pode gostar...

Foto de um par de saltos vermelhos exibidos em um programa de edição de fotos

Dicas de fotografia de produtos avançadas.

Saiba como preparar seus produtos e confira dicas para capturar fotos de produto impressionantes.

Foto bokeh do horizonte da cidade à noite.

Como adicionar fundos bokeh às suas fotografias.

Saiba mais sobre o belo efeito de desfoque que pode deixar suas fotos impressionantes.

Formigas-de-fogo à espreita capturadas em uma fotografia macro

O que é fotografia macro?

Aventure-se em um novo mundo e descubra a grandiosidade de elementos pequenos com dicas de fotografia macro.

Imagem de dar água na boca de um sanduíche aberto de abacate e cream cheese

Dicas de fotografia gastronômica.

Delicie-se no mundo da fotografia culinária com dicas de profissionais do setor.

Encontre o plano da Creative Cloud ideal para você.

Fotografia (20 GB)

9,83 €/mês

Lightroom para desktop e dispositivos móveis, Lightroom Classic e Photoshop no desktop e no iPad. Saiba mais


Fotografia (20 GB)

Lightroom para desktop e dispositivos móveis, Lightroom Classic e Photoshop no desktop e no iPad. Saiba mais

9,83 €/mês

Aplicativo individual do Adobe Photoshop

24,59 €/mês

Tenha o Photoshop no desktop e no iPad como parte da Creative Cloud. Saiba mais


Aplicativo individual do Adobe Photoshop

Tenha o Photoshop no desktop e no iPad como parte da Creative Cloud. Saiba mais

24,59 €/mês

Todos os Apps

36,89 €/mês

Tenha o Photoshop no desktop e no iPad, além da coleção completa de aplicativos de criação.  Saiba mais


Todos os Apps

Tenha o Photoshop no desktop e no iPad, além da coleção completa de aplicativos de criação.  Saiba mais

36,89 €/mês

Estudantes e professores

19,99 €/mês.

Economize mais de 45% na coleção completa de aplicativos da Creative Cloud. Saiba mais


Estudantes e professores

Economize mais de 45% na coleção completa de aplicativos da Creative Cloud. Saiba mais

19,99 €/mês

Compre pelo telefone: +44 203 0277 764