Design industrial: o que é e o que designers industriais fazem.

Por trás dos seus produtos favoritos, você provavelmente tem um designer industrial a agradecer. Como Jonathan Ive, antigo diretor de design da Apple, responsável pelo desenvolvimento de alguns dos eletrônicos mais adorados, como o iPhone e o iPad. Ou James Dyson, que inventou a marca epônima de produtos domésticos que inclui aspiradores de pó, secadores de mãos e ventiladores conhecidos mundialmente.

 

Mas designers industriais não estão envolvidos somente na criação de produtos eletrônicos adorados por clientes do mundo todo. Charles e Ray Eames, por exemplo, desenvolveram móveis modernos, funcionais e de uma simplicidade encantadora, principalmente poltronas e cadeiras de jantar, que continuam em voga atualmente como na época em que o casal produziu os itens, em meados do século 20. Walter Dorwin Teague, fundador da empresa de design Teague, em funcionamento desde 1926, ajudou a inventar produtos icônicos, como a câmera Polaroid e até mesmo a lata da Pringles.

 

Como pode ver, designers industriais têm um papel importante na formação do nosso mundo. Mas o que exatamente envolve a área de design industrial? Vamos dar uma olhada.

industrial_design_kettle

O que é design industrial?

Design industrial é a prática profissional de desenvolvimento de produtos, dispositivos e serviços manufaturados com atenção especial ao formato e à função. Designers industriais geralmente pesquisam como os clientes podem usar determinado produto e trabalham com outros profissionais, como engenheiros e profissionais de marketing (mais sobre isso abaixo), para criar os conceitos e os designs das invenções.

 

Eles costumam se especializar em uma categoria de produto, como automóveis, móveis ou produtos domésticos. O foco do seu trabalho é amplo, incluindo desde a funcionalidade e a possibilidade de fabricação de um produto, até questões de adequação às necessidades e às expectativas do cliente.

História da área de design industrial.

O surgimento do design industrial remete a meados do século 18, durante a Revolução Industrial na Grã-Bretanha. O primeiro uso do termo “design industrial” é atribuído a uma descrição de como desenhistas preparavam padrões para a fabricação de tecidos de seda.

 

O crescimento da industrialização causou uma transição em direção a produtos feitos em massa para populações consumidoras maiores. As primeiras escolas de design dos Estados Unidos começaram a aparecer entre o fim do século XIX e meados do século XX. Mas somente nos anos 80 o design industrial seria reconhecido como uma profissão importante dentro de setores lucrativos. Essa mudança de percepção foi impulsionada principalmente pelo surgimento dos eletrônicos de consumo, assim como o crescimento da competição global gerada pelo comércio internacional.

 

As especificidades das atribuições de um designer industrial mudaram com o tempo. Embora os estudantes de design industrial costumassem ser treinados principalmente em áreas da arte e do design relacionadas à aparência e à função de um produto, os estúdios de design industrial de hoje também abordam os aspectos comerciais de design e de desenvolvimento do produto, como custos de material e marca corporativa. Em 2018, o Bureau of Labor Statistics (Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos EUA) contabilizou mais de 43 mil designers industriais empregados nos Estados Unidos, com as maiores concentrações per capita em Michigan e Califórnia.

O que os designers industriais fazem?

O design industrial engloba o desenvolvimento de todos os tipos de produtos manufaturados, desde carros, produtos domésticos e equipamentos médicos até eletrônicos e brinquedos. Porém, a maioria dos designers industriais se especializa em áreas determinadas. Por exemplo, alguns criam computadores ou smartphones, enquanto outros desenvolvem os conceitos de novos produtos de consumo, como artigos esportivos ou móveis.

 

Independentemente dos produtos que desenvolvem, as responsabilidades de um designer industrial geralmente incluem:

 

  • Realizar pesquisas do consumidor para imaginar como um produto será usado
  • Esboçar ou traçar um roteiro para diferentes ideias
  • Usar softwares 3D para desenvolver renderizações 3D de vários designs
  • Determinar se um design é prático com base na segurança, aparência e função do produto
  • Trabalhar com especialistas para examinar materiais, calcular custos de produção e determinar os requisitos de fabricação
  • Apresentar designs e protótipos a clientes para aprovação usando impressão em 3D e realidade aumentada (AR)
  • Utilizar métodos de solução de problemas para criar um produto de qualidade para uso diário por clientes no mundo real

A profissão de designer industrial engloba o desenvolvimento de todos os tipos de produtos manufaturados, desde carros, produtos domésticos e equipamentos médicos até eletrônicos e brinquedos. Porém, a maioria dos designers industriais se especializa em áreas determinadas. Por exemplo, alguns criam computadores ou smartphones, enquanto outros desenvolvem os conceitos de novos produtos de consumo, como artigos esportivos ou móveis.

 

Independentemente dos produtos que desenvolvem, as responsabilidades gerais de um designer industrial geralmente incluem:

 

- Realizar pesquisas do consumidor para imaginar como um produto será usado

- Esboçar ou traçar um roteiro para diferentes ideias

- Usar softwares 3D para desenvolver renderizações 3D de vários designs

- Determinar se um design é prático com base na segurança, aparência e função do produto

- Trabalhar com especialistas para examinar materiais, calcular custos de produção e determinar os requisitos de fabricação

- Apresentar designs e protótipos a clientes para aprovação usando impressão em 3D e realidade aumentada

- Utilizar métodos de solução de problemas para criar um produto de qualidade para uso diário por clientes no mundo real

Que tipo de ferramenta os designers industriais usam?

Na fase de ideação ou concepção de um projeto, designers industriais esboçam, renderizam ou criam modelos em 3D e depois testam esses protótipos para encontrar as melhores soluções possíveis às necessidades de um usuário. Nessa fase, o principal objetivo é entender o funcionamento, a aparência e a fabricação de um produto.

industrial_design_mood

Durante esse processo, designers industriais utilizam softwares de design 3D como a principal ferramenta para esboçar e ajustar suas ideias. Designers industriais que trabalham para fabricantes também podem usar softwares 3D para criar instruções específicas de como montar o produto depois de aprovado.

Com quem os designers industriais trabalham?

Na fase final do processo de design, designers industriais trabalham com engenheiros mecânicos, cientistas de materiais, fabricantes e estrategistas de marca para dar vida ao design do produto aprovado.

industrial_design_phones

Designers industriais exercem criatividade e desenvoltura para criar produtos para uso diário que esperam ser usados por todos. Para isso, eles precisam ser extremamente colaborativos. A profissão geralmente envolve trabalhar como parte de equipes grandes formadas por estrategistas, engenheiros, designers de interface do usuário (UI), designers de experiência do usuário (UX), gerentes de projeto, especialistas em marca, designers gráficos e fabricantes. Essa abordagem multidisciplinar permite que designers industriais entendam a fundo um problema e desenvolvam uma solução hábil que responda às necessidades específicas de um usuário. Entre as agências de design industrial mais famosas, estão a IDEO, a Frog e a Teague.