EPS versus SVG.

Os formatos EPS e SVG são tipos de arquivos vetoriais que oferecem detalhes e dimensionamento sem perder resolução. Saiba mais sobre as semelhanças e diferenças deles, além de qual arquivo será ideal para seu próximo projeto.

Imagem do banner EPS versus SVG

O que você aprenderá.

 

  • O que é um arquivo EPS?
     
  • O que é um arquivo SVG?
     
  • Qual é a diferença entre arquivos EPS e SVG?
     
  • Arquivos EPS versus SVG: perguntas frequentes

 

 

O que é um arquivo EPS?

O EPS (Encapsulated PostScript) é o formato de arquivo vetorial padrão do setor de impressão. Os arquivos EPS são uma escolha comum para formatos de anúncios impressos grandes e que chamam a atenção, como pôsteres e outdoors. Eles são amplamente compatíveis com vários sistemas operacionais, programas de design e impressoras, mas muitas pessoas veem o EPS como um arquivo legado. Formatos nativos, como AI, e outros tipos de arquivos vetoriais, como PDFs, estão gradualmente substituindo o EPS.

 

Saiba mais sobre os arquivos EPS

 

 

O que é um arquivo SVG?

Os SVGs (Scalable Vector Graphics) são uma ótima escolha para logotipos, ícones e outros tipos de imagens que precisam ser nítidas e de alta qualidade, independentemente do tamanho. O que diferencia esse formato de outros arquivos vetoriais é que ele usa a linguagem de programação XML, baseada em texto. Mecanismos de pesquisa, como o Google, podem ler o formato XML nos arquivos SVG, o que pode ajudar na SEO. Isso torna os SVGs bastante úteis para design gráfico na Web.

 

Saiba mais sobre os arquivos SVG

 

 

Qual é a diferença entre arquivos EPS e SVG?

Embora os dois sejam arquivos vetoriais de imagem, existem várias diferenças importantes entre eles.

 

Uso na Web.

Os arquivos SVG usam dados de imagem e texto. A linguagem de programação XML utilizada pelo formato SVG armazena informações de texto como texto de verdade, em vez de renderizá-lo por meio de formas, pontos e algoritmos vetoriais. Assim, os mecanismos de pesquisa podem identificar texto SVG, o que ajuda os desenvolvedores da Web a melhorar suas classificações quando usam uma nova imagem XML.

 

Os arquivos EPS foram lançados em 1992, quando o cenário digital era bem diferente. Por isso, esse formato não tem uma boa otimização para a Web.

 

Imprimir.

Impressoras profissionais costumam usar arquivos EPS para anúncios e materiais de marketing grandes. Esse formato foi criado para impressoras PostScript, mas são compatíveis com diversos dispositivos.

 

A compatibilidade retroativa do formato faz com que dispositivos legados também possam usar esses arquivos. Ou seja, os arquivos EPS são uma ótima opção se você trabalha com uma gráfica que usa equipamentos mais antigos, já que é mais propensa a ter problemas com tipos de arquivos modernos.

 

Você pode usar arquivos SVG em alguns tipos de impressões, principalmente de roupas e papelaria personalizada, mas eles não são compatíveis com dispositivos suficientes para uso em tarefas cotidianas.

 

Escalabilidade.

Por serem arquivos vetoriais, os formatos EPS e SVG usam uma rede completa de algoritmos matemáticos, pontos, linhas e polígonos para exibir imagens. Como esse tipo de arquivo pode se recalibrar sozinho para continuar igual em qualquer tamanho, ele é ideal para imagens que precisam ser aumentadas ou reduzidas.

 

Os SVGs são usados na Web, então não costumam ser ideais para impressão em grande escala. Eles são melhores para exibição na tela do computador. Sendo assim, quando se trata de gráficos, tabelas ou infográficos detalhados que precisam de zoom, o formato SVG é a escolha perfeita.

 

Os arquivos EPS são ideais para impressão e costumam ser usados em outdoors e outros anúncios impressos grandes. Eles armazenam informações adicionais de programação sobre cor e tamanho para ajudar as impressoras a gerenciar a tarefa.

 

Descubra mais tipos de arquivos vetoriais

 

 

Programas de design.

Programas como o Adobe InDesign, Adobe Illustrator, entre outros, são compatíveis com o tipo de arquivo EPS. No entanto, o recurso de design do EPS é mais limitado que os formatos nativos.indd e.ai.

 

Ao abrir um arquivo vetorial, como o EPS, em um programa rasterizado com base em pixels, como o Photoshop, você não terá mais os mesmos recursos de edição que em programas vetoriais, como o Illustrator. Além disso, salvar um design no formato EPS requer a escolha de configurações específicas para o recurso de visualização. Essa etapa adicional pode atrasar os designers que trabalham em ambientes de ritmo acelerado.

 

Os arquivos SVG também são amplamente compatíveis com programas de design. No entanto, eles perdem determinados elementos do arquivo de design original, como informações de guia, quando são compactados.

 

A simplicidade e o dimensionamento dos arquivos SVG fazem deles uma opção popular para programas e dispositivos de papelaria personalizada, como impressoras Cricut. 

 

Tamanhos de arquivo.

Outra diferença importante entre os tipos de arquivos EPS e SVG é o tamanho deles. O SVG é menor do que o EPS, e inclui apenas código. A linguagem de programação XML do formato SVG ajuda a melhorar o tempo de carregamento e o desempenho.

 

Os arquivos EPS são muito maiores porque contêm mais informações sobre a imagem, incluindo tamanho e cor.

 

 

EPS versus SVG: perguntas frequentes.

Como converter SVG em EPS?

Para converter seu arquivo SVG em EPS usando o Adobe Illustrator, siga estas etapas.

 

  1. Abra o Adobe Illustrator.
     
  2. Escolha Arquivo > Abrir e selecione seu arquivo SVG.
     
  3. Abra seu arquivo SVG.
     
  4. Escolha Arquivo > Salvar como.
     
  5. Selecione Illustrator EPS e ajuste as configurações.
     
  6. Salve seu novo arquivo EPS.

 

O que é uma visualização de EPS?

Os arquivos EPS exibem visualizações. Essa imagem de baixa resolução permite que os usuários vejam uma versão do arquivo sem abri-lo. O nome Encapsulated PostScript se refere a essa visualização, “encapsulada” no arquivo.

 

Posso usar arquivos EPS e SVG em fotos?

O EPS e o SVG são formatos vetoriais. Esses tipos de arquivos são excelentes para produzir gráficos, desenhos e designs nítidos em qualquer escala, mas têm dificuldade para reproduzir fotos.

 

Os arquivos rasterizados, como JPEG, GIF, TIFF e PNG, são melhores para fotografia. Isso ajuda a renderizar a cor e complexidade de uma foto.

 

Saiba mais sobre a diferença entre arquivos rasterizados e vetoriais

 

O formato EPS está desatualizado?

Não necessariamente. Embora o tipo de arquivo EPS, que é mais antigo, tenha sido criado antes da ampla disponibilidade da Internet, fazendo dele uma escolha menos ideal para design e uso na Web, ele continua sendo bastante utilizado devido à capacidade e compatibilidade excelentes de impressão.

 

O SVG é o melhor formato vetorial?

Depende do seu objetivo com o arquivo vetorial. Por exemplo, talvez você crie e edite com AI ou INDD, exiba com SVG e imprima no formato EPS. É sempre recomendável planejar como usar o arquivo antes de escolher um formato.

Compare o EPS e o SVG com outros tipos de arquivos.

Imagem AI versus EPS

AI versus EPS

Você pode usar os dois formatos para ilustrações vetoriais, mas qual é o melhor? Descubra mais.

Imagem PNG versus SVG

PNG versus SVG

Saiba mais sobre essas escolhas comuns para gráficos online. Qual desses arquivos rasterizados e vetoriais é ideal para você?

Imagem PNG versus TIFF

PNG versus TIFF

Veja uma comparação entre esses arquivos rasterizados populares.

Imagem rasterizada versus vetorial

Rasterizado versus vetorial

Descubra o formato de arquivo mais adequado às suas necessidades.

Adquira o Adobe Illustrator

Crie ilustrações e artes vetoriais incríveis.

Após 7 dias grátis, R$90,00/mês.